Dados Imobiliários e a sua Importância | Empresa Junior Mackenzie Consultoria

Dados imobiliários: saiba a importância do seu uso

Dados imobiliários: saiba a importância do seu uso

Foto: Freepik

Ao realizar a compra ou aluguel de um imóvel, um cliente está fornecendo uma informação importante sobre o setor, que pode determinar o ritmo em que se encontra o mercado imobiliário.

Com o aumento do uso de meios digitais na busca por imóveis em São Paulo, o acesso a informações estratégicas tem se ampliado cada vez mais, transformando a atuação de profissionais do setor.

Isso porque ao realizar a análise de dados imobiliários, é possível tomar decisões mais assertivas e se posicionar à frente dos concorrentes em um mercado que se mostra mais competitivo todos os dias.

Quando falamos em dados e informações imobiliárias, isso corresponde ao registro das atividades realizadas, seja por um profissional ou por uma empresa e que podem ser muito úteis quando organizados e bem utilizados.

Um exemplo são os dados dos imóveis disponíveis no mercado e sua concentração conforme a localização na cidade. São válidas informações como bairro da unidade, quantidade de cômodos, áreas e espaços de lazer no condomínio, além de valor cobrado pelo imóvel ou ainda o aluguel.

Outra categoria de dados que também é considerada bastante valiosa são os dados de transação de imóveis. São informações relacionadas a compra ou aluguel de imóveis, valores da transação, além de data ou período da duração do contrato, no caso dos aluguéis.

Além de aumentar as oportunidades de negócio, o bom uso dos dados imobiliários pode gerar insights sobre novas tendências de mercado em determinada cidade ou região, sendo um grande diferencial no planejamento de ações e campanhas de divulgação em novas unidades.

A partir do uso de forma estratégica, os dados são o próximo passo para o futuro no mercado imobiliário. Nos próximos anos a estimativa é de que essas informações também sejam utilizadas para diminuir o tempo de obras, como para acelerar a realização das transações.

Agora que você já sabe o que são dados imobiliários, veja a seguir como utilizá-los a favor da sua operação:

Como obter acesso aos dados imobiliários?

Antes mesmo de dar início ao uso do marketing digital, imobiliárias e corretores de imóveis já tinham acesso a informações sobre o estado atual do mercado. O que a transformação digital fez foi acelerar o acesso a esses dados e possibilitar a organização e análise de forma inteligente.

Seguindo as regras previstas pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) em vigor desde 18 de setembro de 2020, empresas devem assegurar a privacidade de seus clientes, utilizando as informações apenas quando autorizada e sem uso comercial direto.

A legislação autoriza o uso de informações com base no “legítimo interesse” que é quando a utilização dos dados tem a autorização do cliente, podendo ser aplicadas em atividades de interesse ou benefício do próprio titular. Ainda há outro cenário em que o cliente sinaliza de forma consciente o uso de suas informações para o uso em determinada situação.

Seguindo essas instruções, estão autorizados a serem realizadas a coleta em canais digitais como através de páginas de imobiliárias, portais de imóveis ou ainda empreendimentos.

Também é possível realizar a extração de informações diretamente nas redes sociais onde acontece o contato direto com o público. Com o auxílio das plataformas é possível traçar um perfil dos clientes e entender algumas de suas principais necessidades.

Analisar as buscas no seu site é outra forma de obter acesso a informações importantes sobre seus clientes. Que tipo de imóveis eles procuram, por qual localização tem preferência, de que dispositivo acessaram o site. Esses são apenas alguns dados que podem ser coletados, ajudando a mapear o comportamento dos clientes na internet.

De que forma realizar a análise dos dados?

Depois de identificar quais os melhores canais para realizar a coleta de dados imobiliários, o próximo passo é iniciar com a análise das informações. Afinal, uma boa pesquisa é fundamental garantir mais efetividade nas suas negociações.

Um dos principais objetivos da análise de dados é traduzir as informações de forma a identificar comportamentos dos clientes, antecipar tendências e adotar estratégias que resultem em novos negócios.

Geralmente, esse trabalho é realizado pela equipe de marketing, que através do uso de ferramentas inteligentes como um CRM, conseguem organizar os insights dos novos registros e ainda manter todo o histórico de atividade de determinado cliente.

Também podem ser utilizados nessa análise o sistema da própria empresa ou ainda uma plataforma de automação de e-mails, duas ferramentas que armazenam informações com dados sobre os usuários.

Com isso, é possível definir abordagens comerciais mais efetivas, melhorando as formas de precificação e apresentação das propostas e assim oferecer uma experiência de compra personalizada conforme a necessidade de cada cliente.

Ou seja, os dados são a base para um plano de ação com foco na geração de novos negócios. Também é importante ressaltar que para a efetividade das ações é necessário que as informações sejam constantemente revisadas e atualizadas por profissionais.

Quais os benefícios do uso de dados nas operações com imóveis?

Para investir em dados imobiliários é necessário entender a importância que as informações podem agregar para a sua geração de negócios. Hoje, os resultados obtidos de uma análise funcionam como uma aliada para a execução de um plano de ações.

Isso porque, ao analisar o comportamento dos clientes e sua posterior jornada de compra, fica mais fácil identificar quais são os riscos e oportunidades a serem investidas no mercado. É uma previsão que possibilita alcançar um retorno sob um apartamento à venda na Barra Funda, por exemplo.

Outro benefício é a identificação de potenciais dos imóveis ofertados aos clientes. Ao antecipar tendências de mercado, você consegue ver para qual caminho as cidades estão seguindo, as localizações estão sendo mais valorizadas e que tipo de empreendimentos vêm sendo lançados.

Com isso, é possível identificar quais imóveis devem investir na sua carteira para apresentar aos clientes, conforme o seu perfil, orçamento e interesses de negócio. Assim você diminui o tempo da jornada de compra e aumenta as chances de realizar ainda mais vendas.

Curtiu? Compartilhe em suas redes sociais!

Encontre a solução para o seu negócio