Como gerenciar equipes em tempo de crise | Empresa Junior Mackenzie Consultoria

Como gerenciar equipes em tempos de crise



Em tempos de crise, como por exemplo a da pandemia da COVID-19 a qual estamos passando, torna-se difícil gerenciar e motivar sua equipe. Pensando nisso, resolvemos apresentar algumas dicas para que isso fique mais simples e claro.

Com criatividade, enfrentaremos esse período de crise, todas as medidas para imprimir um bom ritmo de produtividade são muito bem-vindas.

No caso do corona vírus, que exige o isolamento das pessoas e, consequentemente, altera a rotina de trabalho nas empresas, não há outra alternativa a não ser a busca por ferramentas que sejam capazes de dar continuidade na execução do máximo de tarefas possíveis.

O ideal é que o líder comece a se preparar para eventualidades, antes que elas venham a acontecer, isto é, ter um plano de prevenção para os riscos que envolvem sua atividade, bem como as respectivas soluções caso o problema se instale.

Quando existe um cenário de fragilidades e incertezas, um dos principais desafios a serem enfrentados é a desmotivação dos colaboradores. Diante a crises, a equipe olha para o líder com o intuito de receber orientações claras para conseguir contornar a situação. Para isso, os líderes precisam estar bem emocionalmente e garantir que suas equipes tenham conhecimento e treinamento para que assim estejam preparados para executar ações que forem necessárias.

Estar próximo de seus colaboradores é um ótimo começo, é preciso fazer com que sua equipe esteja focada e alinhada com os planejamentos, metas e expectativas. Organizar uma rotina de reuniões é uma forma de manter proximidade, através delas é possível acompanhar o desenvolvimento da equipe e tomar conhecimento de como ela está em relação ao trabalho e a essa inesperada crise.

Outra forma de manter sua equipe alinhada é realizando feedbacks. O feedback é uma ferramenta poderosa para motivar a equipe em tempos de crise, elogios e críticas construtivas são formas de fazer com que o colaborador não sinta que o seu trabalho é indiferente, mostrando que as funções que ele desempenha são importantes para a organização, garantindo profissionalismo ao passá-los e orientando maneiras de melhorar a conduta de cada colaborador. Dessa forma, o gestor pratica uma boa liderança ao ser empático e ouvinte das necessidades dos membros de sua equipe.

Respeitar as necessidades do próximo é de extrema importância. Durante o home office é muito fácil perder a noção do tempo ou acabar ultrapassando o limite de horas de trabalho. É viável criar planilhas de controle de horários e atividades realizadas diariamente, usando agendas on-line, aplicativos e recursos que facilitem a visualização de tudo que está sendo feito pela sua equipe.

Trabalhar a partir de casa não é um pressuposto para que os colaboradores estejam disponíveis 24 horas por dia. É importante que todos que trabalham em sua equipe tenham horários fixos e saibam também em quais momentos você estará disponível. Solicitar tarefas fora de hora é inconveniente também no home office.

Da mesma forma, oriente seus colaboradores para que tirem dúvidas apenas durante o horário de expediente. A partir disso, os membros da equipe não serão incomodados em seus horários de descanso e consequentemente passam a ter mais concentração no dia seguinte durante o trabalho.

Home office pressupõe um nível maior de organização. É preciso ter uma visão clara da estrutura das equipes e como ocorre o funcionamento de cada uma delas. Tenha fluxogramas com a estrutura dos funcionários e utilize ferramentas que o permitam ter uma visão do todo. Recursos como o Trello ou o Runrun.it são essenciais. Esses recursos visuais permitem ao gestor observar em tempo real o status de trabalho de cada uma das equipes, corrigindo processos e ajustando tarefas se necessário. As ferramentas podem servir ainda para delegar e avaliar tarefas, permitindo que os fluxos de trabalho sigam em movimento mesmo que você esteja ausente.

Valorize sempre seus colaboradores, reconhecer as ações que foram executadas com sucesso os deixa mais motivados e engajados, além de mostrar que o gestor está prestando atenção em sua equipe e que aprecia seu trabalho. Demonstre gratidão a eles, explicitando que a empresa reconhece e valoriza a contribuição de cada um.

Para manter o engajamento é importante estar otimista quando as coisas não vão muito bem. Em momentos nos quais tudo parece dar errado, é fundamental que os líderes tenham pensamento positivo e saibam transmitir isso para toda a equipe. Mostre para os colaboradores que esta é apenas uma fase ruim e que no fim vai dar tudo certo, esse sentimento otimista vai estimular as equipes a continuarem desempenhando suas tarefas com qualidade e eficiência.

Com o intuito de manter a qualidade, oriente sua equipe quanto ao espaço de trabalho, garanta que todos estejam trabalhando de forma otimizada, recomende o alinhamento com os demais familiares do seu colaborador, ofereça ajuda no planejamento de divisão de tarefas e dê dicas de gestão do próprio tempo.

Com todas essas dicas agora ficou mais fácil de passar por essa crise, certo? Para ainda mais informações de como manter o seu negócio funcionando de forma eficaz, confira nossos outros textos no nosso blog e também entre em contato conosco!

Encontre a solução para o seu negócio