A Importância da Responsabilidade Social em uma Empresa | Empresa Junior Mackenzie Consultoria

A importância da Responsabilidade Social em uma empresa



A Responsabilidade Social (RS) é caracterizada como a atividade voluntária de uma empresa em contribuição com a sociedade, promovendo um ambiente melhor e sustentável.

Essa ação surgiu nos Estados Unidos, em 1930, e foi adotada no Brasil a partir de 1990. Desde então, houve um aumento da conscientização com as questões socioambientais, por isso a sociedade passou a cobrar das organizações uma maior responsabilidade em relação a essas razões, as quais não recebiam tanta importância antigamente.

Sobretudo, a iniciativa privada percebeu que devia oferecer ao público mais do que bons produtos e serviços, dando atenção aos interesses coletivos e tornando-se cada vez mais consciente em relação as demandas sustentáveis do mercado. Sendo assim, as organizações passaram a assumir uma postura mais ética e transparente.

A RS atua em dois níveis em uma organização:

  • Nível Interno: Relaciona-se com o ambiente interno, ou seja, com os funcionários e todas as partes que englobam a organização. Suas ações influenciam nos resultados da empresa.
  • Nível Externo: Relaciona-se com o ambiente externo, promovendo ações que impactam o meio em que a organização está inserida, seja por meio de parcerias, doações, etc.

Os tipos de Responsabilidade Social

  • Responsabilidade Social Corporativa (RSC): Tem como objetivo contribuir com a sociedade em relação aos problemas sociais, ambientais, éticos e trabalhistas. As vantagens desse tipo de ação são os benefícios que são gerados, tanto para as empresas como para a comunidade.
  • Responsabilidade Social Empresarial (RSE): Está relacionada a uma gestão transparente e ética, com o intuito de minimizar os impactos negativos no meio ambiente e na sociedade. A consciência social que está cada vez mais presente nas empresas é um fruto da RSE.
  • Responsabilidade Social Ambiental (RSA): O único ser capaz de causar impactos ambientais de forma intencional é o ser humano. Porém, também somos os únicos capazes de reverter essa situação. Em função disso, cada vez mais as preocupações relacionadas ao meio ambiente crescem e a necessidade da criação de políticas em prol da sustentabilidade torna-se necessária.

Qual é a importância da Responsabilidade Social para as organizações?

A expansão tecnológica possibilita que os consumidores estejam cada vez mais informados sobre o que acontece no macro ambiente. Muitas pessoas têm opiniões formadas em relação à política, educação, economia, sociedade, meio ambiente e entre outros muitos fatores, que nos rodeiam diariamente.

Esse acesso à informação faz com que as pessoas sejam mais críticas e construam novas demandas. Sobre isso, observa-se que cada vez mais os consumidores cobram das empresas um posicionamento em relação às questões que envolvem a sociedade.

De acordo com pesquisas do Sistema FIEP, realizada em 2019, 87% dos consumidores brasileiros preferem comprar de empresas que possuem valores de impacto social e ambiental.

Outro dado interessante é que 81% dos brasileiros acham importante trabalhar em uma empresa que tenha um sólido programa de responsabilidade social, conforme o relatório trimestral Workmonitor, divulgado pela empresa holandesa Randstad, em 2019.

A conexão entre fatores psicológicos e ações de compra ganham força e as preocupações relacionadas a Responsabilidade Social se tornam cada vez mais necessárias, não só entre consumidores, mas também entre os colaboradores.

Como assumir uma postura socialmente aceitável?

Para que sua organização obtenha sucesso no campo da responsabilidade social, é necessário a implementação ou adequação de uma cultura organizacional sustentável, para que se atenda aos quesitos necessários e, consequentemente, seja gerado reconhecimento pelas práticas no mercado.

Assim, os valores da organização devem estar vinculados a essas questões sociais e as decisões estratégicas da empresa devem ser alinhadas com esses valores. Segundo Ferrel, Faedrich e Ferrel, autores do livro “Ética Empresarial” (2000), a RS pode ser dividida em quatro dimensões:

  • Dimensão Legal: Cumprimento das leis e dos regulamentos governamentais;
  • Dimensão Ética: Julgamento do certo e errado de acordo com os seus valores e critérios pré-estabelecidos;
  • Dimensão Econômica: A forma como os bens e recursos são distribuídos e como a organização se relaciona com os acionistas, funcionários, clientes, concorrentes e o meio ambiente;
  • Dimensão Filantrópica: São as contribuições da organização visando o bem-estar dos seus funcionários, clientes e sociedade em geral.

Como engajar seus funcionários na Responsabilidade Social

A vocação para estes trabalhos é singular para cada indivíduo, já que as pessoas possuem perfis diferentes e liberdade para escolher fazer parte de uma equipe de Responsabilidade Social ou não.

Os funcionários que se identificam com causas ambientais ou sociais que envolvam crianças, idosos, refugiados, mulheres ou moradores de rua, são fortes candidatos a atuarem nesse setor.

Além do mais, aqueles que não defendem uma causa específica, mas desejam ajudar o próximo, podem dedicar um pouco do seu conhecimento a trabalhos Pro Bono, ou seja, trabalhos de forma gratuita em prol do benefício ao público.

Desta forma, podemos dizer que o engajamento do colaborador está atribuído aos seus interesses pessoais também. As pessoas que se sentem bem em ajudar outras e praticam a solidariedade de forma voluntária são os que tem a tendência de atuar em ações sociais. Os benefícios não são financeiros, mas o fato de poder ajudar ao próximo é gratificante.

Exemplos de Responsabilidade Social para empresas

Torna-se evidente que a RS é prática e visa trazer bem-estar para todos os envolvidos. A seguir, listamos alguns exemplos de Responsabilidade Social e onde elas podem ser implementadas em sua empresa:

1. Investir na saúde e segurança dos funcionários

De acordo com as Leis Trabalhistas, esses investimentos são obrigatórios. Entretanto, a adoção voluntária dessas aplicações, que proporcionem melhores condições de trabalho ao funcionário, é uma forma de colocar este assunto em prática.

2. Redução do impacto ambiental

Existem diversas formas de auxiliar na diminuição dos impactos causados a natureza. Uma delas é espalhar cartazes informativos pela empresa, conscientizando sobre a diminuição do consumo de água, energia elétrica, papel, entre outros. Ou seja, incentivar a optar sempre por medidas alternativas e menos prejudiciais ao meio ambiente.

3. Projetos de inclusão social e promoção dos Direitos Humanos

Aqui, sobretudo, são criadas parcerias com ONGs e desenvolvidos projetos que incluam a comunidade, gerando desenvolvimento e inclusão. As organizações também podem ajudar apoiando causas sociais e de interesse geral, com ações que atuem em defesa da educação, saúde, sustentabilidade entre outros.

4. Valorização da comunidade local

As empresas que se encontram em comunidades locais possuem grande importância no que diz respeito a geração de emprego. Essas empresas também podem atuar com ações de integração, buscando um relacionamento assertivo com o público. Isso deve gerar benefícios que contemplem a cultura, educação, saúde e outros aspectos, dos quais foram detectados como deficitários na comunidade em que se deseja atuar.

5. Recrutamento com diversidade e responsabilidade social

Como já dito anteriormente, as pessoas estão cada vez mais exigentes e com isso a busca por empresas que os representem também cresce. Um quadro de funcionários constituído de diversidade étnica, equilíbrio de gênero e pessoas com necessidades especiais, além de um recrutamento mais empático, é uma forma de atuar com Responsabilidade Social.

O que aprendemos com todas essas informações?

Toda empresa possui responsabilidades atreladas a obrigações legais, porém as responsabilidades voluntárias são uma forma de gerar reconhecimento e destaque para sua empresa em um mercado competitivo.

A Responsabilidade Social nada mais é que uma forma de causar impacto na sociedade que você faz parte. As mudanças feitas agora terão grande impacto no futuro, por isso é importante tomar consciência do compromisso que uma organização tem com seu ambiente externo.

Encontre a solução para o seu negócio